Categorias
Dicas Gestão de Pessoas

Perfil Comportamental: O que é e como aplicá-lo na gestão?

Liderar uma equipe exige um amplo conhecimento sobre cada indivíduo do time. E o perfil comportamental é uma ferramenta que pode te ajudar a entender mais a fundo as particularidades de cada profissional.

Muitas empresas têm dificuldades de reter talentos justamente pela falta desse conhecimento. Com líderes que não entendem os colaboradores, a tendência é que surjam obstáculos e desentendimentos que prejudiquem a relação entre todos. 

Consequentemente, muitos profissionais acabam por deixar a empresa. Por isso, hoje vamos explicar mais a fundo como usar essa ferramenta na gestão

O que é perfil comportamental? 

O perfil comportamental nada mais é do que uma ferramenta que permite que você entenda o tipo de papel que cada colaborador desempenha, bem como o estilo de atuação. 

Por meio dele, é possível fazer um mapeamento completo dos comportamentos de cada profissional, identificando desde possíveis reações em situações, até modos de aumentar os resultados. 

Ele pode ser obtido através de testes que avaliam diferentes habilidades e características do funcionário. 

Quais são os tipos? 

Com a evolução do trabalho, novos perfis têm surgido, mas, de modo geral podemos dizer que eles são divididos em: 

  • Comunicador: Se relaciona muito bem com a equipe, conseguindo manter uma comunicação clara e assertiva com todos ao seu redor;
  • Executor: É um profissional autoconfiante que não deixa nada para depois e está sempre disposto a colocar novos planos em ação;
  • Planejador: Atua de forma linear, sempre elaborando um plano e analisando as possibilidades antes de agir;
  • Analista: É focado e sempre dá atenção aos detalhes, sendo excelente na hora de analisar indicadores e identificar possibilidades. 

Como aplicar o perfil comportamental na gestão? 

O perfil comportamental oferece poderosos insights para um líder. Afinal de contas, por meio dele é possível ter uma ampla base de informações sobre cada membro da equipe.

Esse tipo de dado pode ser usado para: 

  1. Elaborar planejamentos estratégicos

Com base no comportamento de cada profissional, o gestor pode criar planos de ação que usem ao máximo o potencial de cada colaborador, evitando atrasos e até mesmo otimizando a realização de metas.

  1. Redução de turnover 

O turnover (alta rotatividade de funcionários) é um problema enfrentado por milhares de empresas pelo Brasil. E dentre os vários motivos que acabam desencadeando a saída de um colaborador estão: 

  • Falta de reconhecimento dentro do local de trabalho;
  • Ambiente de trabalho não motivador;
  • Falta de perspectiva sobre o crescimento dentro da empresa. 

O perfil comportamental também pode ser usado para identificar talentos, aumentando a retenção desses profissionais e evitando o turnover. 

  1. Economia de tempo e aumento de resultados

Esse tipo de conhecimento sobre os funcionários também ajuda diretamente nos resultados. Quando o líder sabe como incentivar cada profissional, a tendência é que a equipe como um todo se torne mais produtiva.

Consequentemente, as rotinas são otimizadas, evitando falhas, retrabalho e gerando economia de tempo. 

Quer saber mais sobre como aumentar a produtividade do seu time e melhorar os resultados do seu negócio? Então não deixe de assinar a nossa newsletter

Categorias
Curiosidades Dicas

Dicas para melhorar a experiência do cliente na sua empresa

Você sabe como é a experiência do cliente na sua empresa, seja na hora da compra, pesquisa ou até no pós-venda? Hoje ela tem um grande peso nas decisões aquisitivas, e, por isso, precisa ser uma preocupação constante de qualquer negócio. 

Um estudo da Salesforce revelou que mais de 90% dos consumidores valorizam essa experiência mais do que o próprio produto ou serviço em si. Ou seja, por mais que o seu produto seja bom, se na hora de comprar o cliente não se sentir satisfeito, sua empresa continuará a não ter bons resultados. 

Logo, é essencial entender mais a fundo o que engloba esse assunto, e como melhorar esse aspecto dentro da sua empresa. 

O que é experiência do cliente? 

A experiência do cliente engloba todo o conjunto de sensações e emoções que o consumidor tem com a marca durante o processo de compra, atendimento e até mesmo pós-venda. Desde a organização do PDV, até o modo como os vendedores atendem, ela engloba tudo isso. 

5 dicas para melhorar a experiência do cliente 

Garantir uma boa experiência para o seu cliente exige uma série de cuidados. Por isso, nós separamos algumas dicas para te ajudar a otimizar cada vez mais esse processo de compra, atendimento e pós-venda.

  1. Tenha diferentes canais de atendimento 

Diversificar os canais de atendimento é uma das melhores maneiras de otimizar essa experiência. Isso porque, você possibilita que o seu consumidor possa se aproximar da sua empresa com mais facilidade, e comprar da maneira que achar melhor. 

  1. Foque no atendimento personalizado e humanizado 

Todo consumidor quer se sentir valorizado. Quando você presta um atendimento com foco na humanização, bem como na personalização, você cativa o seu cliente justamente por mostrar que ele é único.

Esse tipo de diálogo mostra que o seu negócio está realmente se preocupando em solucionar as necessidades do consumidor. 

  1. Capacite o seu time

Vendedores e atendentes estão em contato direto com os clientes. Logo, é fundamental que eles sejam capacitados para prestar o melhor atendimento possível. 

Por isso, invista constantemente em capacitações, treinamentos e workshops para deixar o seu time preparado. 

  1. Forneça ferramentas adequadas para seu time de vendas

Além do treinamento, o seu time também precisa de ferramentas adequadas. 

Você pode ter um excelente vendedor na sua equipe, que sabe como atender o cliente para melhorar a experiência dele. No entanto, se na hora de fechar a compra o sistema for obsoleto e demorar para finalizar o processo, a experiência será prejudicada de qualquer maneira. 

Então, é importante dar tudo o que sua equipe precisa para atender os consumidores. 

  1. Não foque apenas na venda em si

Com certeza a parte da venda é uma das mais importantes. Contudo, o pré-atendimento e o pós-venda são igualmente importantes.

Muitas vezes, são eles que definem um cliente fidelizado. Logo, certifique-se que o seu cliente seja bem atendido em todas essas etapas. 

Qual sua maior dificuldade em relação a manter uma boa experiência do cliente? Contra pra gente nos comentários.